Notícias

4 passos para desenvolver uma visão empreendedora na indústria alimentícia!

4 passos para desenvolver uma visão empreendedora na indústria alimentícia!

Se você esteve presente na última edição da FiSA teve oportunidade de testemunhar o sucesso do evento. Durante os três dias o pavilhão ficou bem cheio e as empresas expositoras puderam compartilhar com o público tudo aquilo que elas têm a oferecer. Não posso deixar de mencionar que, através do Innovation Tour da Equilibrium, ter acesso às novidades do setor ficou muito mais fácil e, diante do grande número de empreendedores que marcaram presença no evento esse ano, eu não poderia perder a oportunidade de escrever sobre visão empreendedora em meu primeiro artigo pós evento da coluna Fi News.

Atenção! Se você não é ou deseja ser um empreendedor, esse artigo também serve para você, uma vez que o empreendedorismo pode ser explicado como:

 

  1. Disposição ou capacidade de idealizar, coordenar e realizar projetos, serviços e negócios.
  2. Iniciativa de implementar novos negócios ou mudanças em empresas já existentes com alterações que envolvem inovação e riscos.

Agora que estamos alinhados, você já sabe que a visão empreendedora pode ser desenvolvida e usada por qualquer um. Ela nos ajuda a ter ideias e a encontrar soluções para todo e qualquer tipo de problema e para desenvolvê-la você pode seguir os quatro passos descritos a seguir.  

  1. Observe: um empreendedor de sucesso observa tudo aquilo que está ao seu redor. Ele aproveita cada oportunidade, cada interação para ter novos insights. O exercício de observação, análise e contemplação colabora diretamente para a geração de novas ideias e para que isso ocorra, não limite o seu campo de observação, busque sempre relação entre tudo e todos com o seu desafio ou problema, você irá se surpreender! Afinal de contas:

“Em momentos de dificuldade a imaginação é mais importante do que o conhecimento.” – Albert Einsten.

 

  1. Pesquise: uma das grandes vantagens de ser brasileiro é que boa parte das inovações chegam depois ao nosso país. Tendo consciência disso, a pesquisa se torna fundamental para o desenvolvimento ou aperfeiçoamento das suas ideias. Se você não tem oportunidade de visitar outros países, de conhecer ou interagir com outras culturas, use a Internet a seu favor. Podemos dizer que hoje não existem mais barreiras para o conhecimento e as informações estão disponíveis para todos e em qualquer lugar, você só precisa saber como usá-la a favor das suas ideias e do seu negócio.
  2. Escolha: um empreendedor de sucesso sabe o que quer, ele tem foco e precisa fazer escolhas para poder colher bons resultados. A escolha está totalmente relacionada aos dois itens anteriores. Você não só precisa saber o que observar e por que observar, mas também precisa  direcionar toda a sua energia na direção correta. Durante o exercício da pesquisa é normal nos depararmos com uma avalanche de informações e, muitas vezes não sabemos nem por onde começar. Portanto, antes de qualquer coisa, defina seus objetivos, entenda o seu problema, estude as variáveis e escolha qual caminho seguir. Hoje temos acesso a diferentes tipos de ferramentas que podem nos auxiliar nessa etapa, uma delas é o Design Thinking, falaremos mais a respeito dela na próxima edição do Fi News.
  3. Faça: feito é melhor do que perfeito, concorda? Por este motivo o fazer é tão importante no processo de desnevolvimento de uma visão empreendedora. Se não executarmos tudo aquilo que temos observado, planejado e escolhido, jamais saíremos das três etapas anteriores. Se você coletou informações suficientes para dar o primeiro passo, não espere, comece a jornada e, ao longo do caminho, faça as adaptações necessárias. Somente quando damos o primeiro passo é que podemos realmente saber como se estamos no caminho certo.

Os quatro passos parecem bem simples, não é mesmo? De fato são, mas necessitam de objetivo, vontade, e engajamento para que realmente funcionem.Posso dizer que estou experimentando cada um deles aqui na Europa. Sendo parte da indústria fabricante de gelatina e colágeno, a primeira coisa que fiz ao chegar na cidade em que estou hospedado atualmente (depois de tomar um belo banho e trocar de roupas, claro!) foi ir ao supermercado. Lá, tendo conhecimento dos meus desafios atuais, pude observar alguns hábitos de consumo, pesquisar algumas soluções, ter uma série de insights e escolher qual caminho seguir, ou melhor, o que devo fazer para resolver os meus problemas que, de fato, não passam de oportunidades disfarçadas; literalmente!

E aí, já pensou em quais são os seus desafios? Se você é um empreendedor, pense em como usar esses passos a favor das suas criações, do seu negócio. Agora, se você é um membro da indústria de ingredientes, antecipe-se, analise os dados obtidos durante o evento, entenda o que os consumidores realmente desejam e veja como você e a sua empresa podem contribuir para atender às demandas já existentes ou às tendências que, atualmente, chegam muito mais rápido ao nosso mercado. Compartilhe conosco a sua opinião, dê sugestões, nos ajude a saber como podemos ajudar você.

Um grande abraço e até a próxima edição do Fi News!

Sucesso!

Eduardo Araújo 

Matéria exclusiva disponibilizada por GELITA

ubm white

  Conectando pessoas e o mercado global

 

UBM: uma das maiores empresas do mundo em mídia de negócios

Nos mais de 30 países onde realiza seus eventos, a UBM constrói relacionamentos duradouros com especialistas e players do mercado e gera oportunidades que alavancam e fomentam o desenvolvimento da indústria local em âmbito global. Ler Mais

 

Filiada à     

 ubrafe branco

Newsletter

Entrada Inválida
Entrada Inválida
Entrada Inválida
E-mail Inválido
Entrada Inválida
Inserir os letras Invalid Input